domingo, 3 de outubro de 2010

OS BLOQUEIOS NA MANIFESTAÇÃO DO ESPÍRITO


"O Espírito progride através de uma insensível caminhada ascendente, mas o progresso não se realiza, simultaneamente em todos os sentidos; em uma etapa ele pode avançar em ciência, em outra em moralidade."(O Livro dos Espíritos pga. 365)
Pode ocorrer que um Espírito que avançou muito na inteligência, não desenvolveu da mesma forma as faculdades morais. Poderá, pois, necessitar de bloqueios das manifestações intelectuais em determinada existência física.
Os Espíritos nos instruem que as faculdades são do Espírito e que não são os órgãos que dão as faculdades, mas as faculdades que conduzem ao desenvolvimento dos órgãos. Todavia o corpo físico pode enfraquecer ou mesmo ser um obstáculo à livre manifestação das faculdades do Espírito.
Em O Livro dos Espíritos, pga. 368, temos:
"O Espírito exerce, com toda liberdade, suas faculdades depois da sua união com o corpo?
- O exercício das faculdades depende dos órgãos que lhes servem de instrumento; elas são enfraquecidas pela grosseria da matéria.
- Segundo isso, o envoltório material seria um obstáculo à livre manifestação das faculdades do Espírito, como um vidro opaco se opõe à livre emissão da luz?
- Sim, e muito opaco.
"(...) existem casos em que a matéria oferece uma resistência tal que as manifestações são obstadas ou desnaturadas, como na idiotia e na loucura." (comentário da pga. 372)
Pga. 373 (2.parte) - Um corpo de idiota pode, assim, abrigar um Espírito que animou um homem de gênio na existência precedente?
- Sim, o gênio, às vezes, torna-se um flagelo quando dele se abusa."
Assim, uma criança que renasce com graves bloqueios na inteligência pode ser um Espírito que possui poderosas estruturas mentais, ou seja, grande inteligência, mas que teve a necessidade de desenvolver o seu aspecto moral, bloqueando, assim, suas estruturas mentais que não lhe permitirão novas incursões no campo da inteligência que, sem o desenvolvimento da moral, lhe fariam novamente utilizar mal essa inteligência.
Ao lado dos bloqueios mais sérios, como a criança excepcional, o Espírito poderá solicitar os mais variados tipos de bloqueios, conforme suas necessidades evolutivas.
Assim, no meio mais humilde, exercendo profissões simples, poderemos nos deparar com grandes inteligências. Artistas do passado renascem com determinados bloqueios, por exemplo, na voz, impedindo-lhes de se expressar naquela área, conduzindo-os ao desenvolvimento de outros aspectos de que tenha maior necessidade.
Todo Espírito, contudo, renasce para evoluir e a tarefa do educador será sempre auxiliar a sua evolução, buscando os canais superiores de manifestação, disponíveis para o desenvolvimento, estimulando-os e incentivando seu progresso no bem. O que não canta, pinta, o que não pinta, modela, escreve, desenha, trabalha enfim em alguma área em que demonstra certa aptidão e que deverá ser aproveitada pelo educador, para o desenvolvimento de outras áreas correlatas.


(Fonte: Educação do Espírito – Introdução à Pedagogia Espírita – Walter Oliveira Alves, Araras, SP)



texto - internet

imagem - folhazen.multiply.com

11 comentários:

Jorge disse...

Deus nos criou para a perfeição, mesmo que relativa. Mas no nosso livre-arbítrio, momentos há que escolhemos caminhos mais longos que acabam dificultando o nosso crescimento. Em consequência disso, do mau uso da nossa inteligência somado ainda às fraquezas morais, temos Espíritos reencarnados que sofrem no corpo, os erros do passado. É a forma que a própria consciência tem de cobrar pelos erros. E a bendita reencarnação lhes dá as chances de resgatar débitos por meios que possam impedir de novas recaidas e ao mesmo tempo dando-lhes a chance de recomeçar caminhos mais curtos para a sua redenção.
Uma profunda oportunidade do Pai para seus filhos rebeldes de aprenderem, quase sempre, pela dor, que só o Amor nos leva à felicidade e a paz interior.

Jeanne disse...

Este texto é importante para ajudar a entender a parte mais espinhosa e dificil de entender da Doutrina, que é a evolução do espirito e os métodos usados por Deus para nos auxiliar na caminhada evolutiva, que muitas vezes são tidos como punição, e não é, é aprendizado, oportunidade que não deve ser desperdiçada.
Beijos :)

ⓣⓔⓡⓔⓢⓐ ⓒⓡⓘⓢⓣⓘⓝⓐ disse...

Oiee Jorge, como sempre um post...um aprendizado!
A oportunidade de poder voltar e de refazer os caminhos fazendo curativos nas feridas que um dia outrora em outras vidas abrimos.....Nada que passmos na nossa existência é por um acaso.
Linda semana pra ti amigo!!
Bjss♥

orvalho do ceu disse...

Olá,amigo Jorge
Passo pra agradecer sua presença ao meu coquetel virtual.
Obrigado de coração.
Seja abençoado e feliz!!!
Vc abordou os Dons no final do seu post...
Deus nos cumulou com muitos ... a serviço dos irmãos... creio nisso.
Abraços fraternos e o meu carinho de sempre.

Eliane Gonçalves disse...

Com essa mensagem só posso pensar que Deus é extremamente perfeito e que nós apenas conhecemos uma pequena parte do novelo de lã que é essa existência e muitas outras.
Seu blog é muito esclarecedor. Parabéns.

Eliane.

Jorge disse...

Jeanne,

é um tema espinhoso, pois ainda muita vez incompreensível mesmo aos Espíritas.
É para se esudar muito.

Beijo, minha amiga!!

Jorge disse...

Valéria,

concordo com você. Nada é por acaso. Se fosse, onde a justiça divina?

Um beijo, coração!

Jorge disse...

Orvalho,

Deus nos deu tudo o que precisamos para o nosso crescimento. E fazer o bem ao próximo é a prova deste desenvolvimento.

Beijo, Orvalho de Luz!

Jorge disse...

Eliane,

Acredito também nas perfeitas leis de Deus. Se não, não seria Deus, não é?

Um beijo, Anjo!!

Carllos Allberto disse...

Olá Jorge!
Belíssimo post.
Muitas vezes sofremos ao ver aqueles mais próximos ainda na incapacidade de comprender a justiça Divina. Sofremos porém penso...porque na verdade somos nós que não as estamos aceitando a tão correta lógica existêncial.
Muita paz e muitas alegrias grande amigo.

Jorge Nectan disse...

Carllos,
é realmente doloroso ver nossos entes queridos sofrerem, ma não devemos esquecer, mesmo aqui, a opção da escolha é sempre deles. Se podemos ajudar no que for preciso, pelo conselho, ou simplesmente ser ombro, assim sejamos.

Um grande abraço, grande amigo!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails